4 Formas de Usar Escalas de Poder

Ei mestre, você já tive um combate épico contra um exército ou coisa assim e teve que fazer rolagem por rolagem de dado, alvo por alvo? Se sim, essa matéria é pra você!

4 Formas Criativas de Usar Escalas de Poder Em 3d&T

1. Criaturas Gigantes

O mais óbvio e recomendado pelo manual. Mas vamos aplicar de uma maneira mais realista.

Digamos que você está enfrentando um ciclope, muito grande, ele está na escala Sugoi e os jogadores estão na escala Ningen, o mestre poderia colocar o olho do Ciclope como um ponto franco dele.

Esse ponto fraco possui a mesma características que as demais, sendo um cliclope ele iria se proteger, mas se sofrer um ataque no olho, ele não esta na escala Sugoi e sim na escala Ningem, além de receber a desvantagem cegueira.

Nova Super Desvantagem: Ponto Fraco Gigante (-1 ponto)

Você tem um ponto fraco vulnerável, se for atingindo nesse ponto, sua escala é uma abaixo. Essa desvantagem só pode ser usada por personagens com escala Sugoi ou maior.

2. Combatendo Exército

Fiz esse playteste a algum tempo em Naruto RPG, onde os ninjas do pais da Água vinha para o pais do Fogo.

Em termos de regras tínhamos um personagem com escala Sugoi, e a vantagem exército (veja abaixo).

Ou seja, mecanicamente tudo era uma ficha de personagem, mas representava o exército e o seu general.

Nova Super Vantagem: Aliado Exército (Especial)

Em um mundo de Fantasia, um exército pode ser obtido através de influência, dinheiro, carisma ou contatos.

Diferente de um Aliado comum, ele não estará sempre à sua disposição, mas apenas em momentos decisivos com a aprovação do mestre.

O exército é uma massa composta por dezenas de combatentes movidos por um objetivo comum, por isso, a critério de regras é considerado uma única criatura, seu comandante.

O número de soldados que compõe o exército é igual aos PVs atuais (Exemplo: para um exército com 150 PVs, tem-se 150 soldados). Além disso, a escala de poder de um exército é referente ao valor de sua resistência, para R 0 à 3, tem-se escala Nigen, para R 4 à 9, tem-se escala Sugoi (x10), para R 10 ou mais, tem-se escala Kiodai (x100).

Assim, um exécito com R 4, terá escala Sugoi e 200 soldados como seu contingente inicial

Seu exército, terá um “nível” de pontuação abaixo da sua. Ou seja, se você for um Lutador (7 pontos), o Exército será Novato (5 pontos). Um exército de novatos poderia ser uma gangue, por exemplo.

Um Exército não ganha Pontos de Experiência. Quando você evolui seu personagem, a pontuação total dele também aumenta proporcionalmente. Você não ganha PEs por vitórias de seu Exército.

Devido a perda de força numérica e de motivação por parte das tropas, quando o exército chega a 1/5 do contingente inicial de sua escala de poder (40 soldados no exemplo acima), têm sua FA e FD reduzidas em uma escala (Kiodai para Sugoi, ou Sugoi para Nigen).

Nesse caso, mesmo após a mudança de escala, os PVs permanecem inalterados.

3. Enxame ou Horda

Seguindo o modelo de Aliado Exército de redução da FA e FD, você pode criar uma horda, que nada mais é que um personagem de escala acima sem um comandante.

Por exemplo, uma horda de zumbis, um enxame de gafanhotos, um cardume de piranhas e assim vai.

A única observação é: use pouca Armadura, como é muita quantidade é mais fácil de acertar que o normal.

4. Fusão sem Fusão

Calma parece confuso, você vai fazer um personagem escala Sugoi ou acima, que vai ser a verdadeira forma do seu antagonista, mas, vai apresentar aos seus jogadores como dois ou mais NPCs.

Em um dado momento eles se fundem para formar um personagem maior.

Uma dica é que vc pode dividir os poderes do personagem original entre os menores que vão se fundir.

Conclusão

Por hoje é isso, tomara que vocês tenham gostado, e usem essas ideias para surpreender seus jogadores, ou aguçar as ideias quando chegar a uma pontuação.

Deixa ai nos comentários qual dessas ideias você vai por em práticas.

rpgmaisbarato